terça-feira, 10 de setembro de 2013

O casamento é um mandamento de Deus

casamento
Muitas pessoas têm dificuldades para entender os casamentos sud. Por que, se perguntam, tantos suds querem tanto casar nos Templos suds? Afinal de contas, mais ninguém faz isso!
A pergunta que um sud faria de volta talvez fosse: “Por que não iríamos querer casar no Templo?” O templo sud é muito mais do que apenas mais uma construção que os suds fazem para se isolar. É um lugar intensamente sagrado onde certas ordenanças sagradas podem ser realizadas. E casamento é uma dessas ordenanças ali realizada.
No mundo atual, onde o casamento é descartável e independência é um grande dom, e mesmo nas gerações anteriores, onde o casamento era questão de táticas sem amor e para simples sobrevivência, como podem os suds considerá-lo sagrado?
Primeiro, e mais óbvio, casamento é um mandamento ordenado por Deus. Existem trêsescrituras que podem comprovar esta afirmação. 1 Coríntios 11:11 – “Todavia, nem o homem é sem a mulher, nem a mulher sem o homem, no Senhor.” Gênesis 2:18 – “E disse o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora idônea para ele.” E Gênesis 2:24 – “Portanto deixará o homem o seu pai e a sal mãe, e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne”.
Por que Deus daria o casamento como um mandamento? Por que Ele apresentaria o casamento como santo e necessário? Também nos é dado o mandamento de “multiplicar e encher a terra”, ou seja, ter filhos. E aparentemente Deus não queria que ficássemos sozinhos. Mas as respostas para essas perguntas são bem mais profundas do que apenas para problemas normais ou companheirismo. Fomos feitos para ser unidos. E, na crença sud, fomos feitos para estamos juntos para sempre como família. De fato, nos Templos suds, casamento é muito mais do que apenas “até que a morte os separe” – o homem e a mulher são selados para viver eternamente juntos, como marido e mulher. Se eles forem fiéis, uns aos outros, e guardar as promessas que fizeram no casamento um para o outro, e para Deus, os laços do casamento irão durar muito além dessa vida mortal. Deus é a fundação para um casamento eterno.
Os compromissos que os casais fazem no casamento do templo são mais poderosos que aqueles feitos nos casamentos civis. Eles podem parecer bastante subjugadores. Você pode até pensar (e muitos casais o fazem) “eu quero mesmo viver com essa pessoa para todo o sempre?”. Esse tipo de questionamento pode ser bastante útil – ajuda os casais a avaliar seu compromisso um para com o outro. Se ambos podem ir ao templo e fazer compromissos, o casal pelo menos tem alguma meta em comum. Mas a força de um casamento eterno podem fazer um sud pensar duas vezes se ele está se casando simplesmente por se casar.
Isso não significa que os casamentos eternos são perfeitos, ou que um casal que queria viver junto para sempre não tenha desentendimentos. Cada casal tem seus desentendimentos, cada casal passa por situações e momentos difíceis em seu casamento. Para que o casamento eterno realmente tenha essa duração, o casal não deve quebrar nenhum convênio que fizeram dentro do Templo. Mesmo na Igreja  existe divórcio.
O casamento sud é semelhante aos outros casamentos em vários aspectos. Duas pessoas que estavam acostumadas a viver suas próprias vidas e fazer o que achavam estar corretas a sua própria maneira. Cada um desses indivíduos tem suas próprias tradições, seus próprios hábitos, seu próprio passado, e essas coisas inevitavelmente entrarão em choque. Mas na igreja, o compromisso é essencial e a maioria dos problemas podem ser resolvidos através de esforço e amor. Afinal de contas, o casal fez promessas um para o outro e também para Deus, e elas não devem ser quebradas por pequenas coisas.
Através do tempo, devoção e compromisso, pequenos desentendimentos podem ser extremamente insignificantes. Se existe um problema mais sério que precisa ser vencido, como abuso ou deslealdade, então os convênios já foram quebrados.

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Liberdade Religiosa

Ala vista alegre lds
A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias acredita na importância de defender e preservar a liberdade religiosa em todo mundo. Discursos significativos proferidos por líderes de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias abordam a posição da Igreja com relação à liberdade religiosa:
 
“Verdade e Tolerância 
Élder Dallin H. Oaks 
BYU Marriott Center
11 de setembro de 2011 
Texto completo do discurso 
Noticias oficiais
 Preservar a Liberdade Religiosa
Élder Dallin H. Oaks 
Universidade de Direito Chapman
4 de fevereiro de 2011 
Texto completo do discurso 
Notícias oficiais
“Fundamentos de Nossa Constituição” 
Élder Dallin H. Oaks 
Tabernáculo em Salt Lake City
17 de setembro de 2010 
Texto completo do discurso 
Notícias oficiais
“Somos os Soldados” 
Élder Russell M. Nelson
Para os Jovens Adultos das Estacas Boston e Hingham
10 de junho de 2010
Trechos do discurso
“O Declínio Ameaçador da Religião nos Discursos dos Governantes”
Élder Lance B. Wickman 

Sociedade de Direito J. Reuben Clark
11 de fevereiro de 2010
Texto completo do discurso
“Liberdade Religiosa” 
Élder Dallin H. Oaks 
Universidade Brigham Young-Idaho
13 de outubro de 2009
Texto completo do discurso 
Notícias oficiais

Sua Eminência, o Cardeal Francis George, da Igreja Católica, também abordou a liberdade religiosa em seu discurso na Universidade Brigham Young:
Os Católicos e os Santos dos Últimos Dias: Parceiros em Defesa da Liberdade Religiosa
Cardeal Francis George
Universidade Brigham Young
23 de fevereiro de 2010
Texto completo do discurso (arquivo em pdf)
Notícias oficiais

Os Esforços Inter-religiosos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dia

TÓPICO

Relacionamento entre as religiões



O respeito pelas diversas crenças e pela contribuição singular de todas as religiões do mundo é uma das características principais do mormonismo. Desde o início de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, Joseph Smith exaltou o princípio de liberdade religiosa e tolerância: “Pretendemos o privilégio de adorar a Deus Todo-Poderoso de acordo com os ditames de nossa própria consciência, e concedemos a todos os homens o mesmo privilégio, deixando-os adorar como, onde ou o que desejarem”(Regras de Fé 1:11).
Nesse mesmo espírito, o profeta da Igreja, o Presidente Thomas S. Monson fez um apelo naconferência geral, uma reunião mundial semianual, para mais compreensão entre as religiões: “Incentivo os membros da Igreja de toda parte a agir com bondade e respeito para com todas as pessoas em todos os lugares. O mundo em que vivemos é repleto de diversidade. Podemos e devemos mostrar respeito pelas pessoas cuja crença for diferente da nossa” (Abril de 2008 Discursos da Conferência Geral). Os santos dos últimos dias aceitam todos os que creem sinceramente como iguais na busca da fé e no grande trabalho de servir a humanidade.
Ao ressaltar o amor de Deus por todas as pessoas, não só pelos de determinada religião, o Presidente Dieter F. Uchtdorf da Primeira Presidência, o mais alto corpo governante da Igreja, declarou: “Honramos e respeitamos pessoas sinceras de todas as religiões de qualquer local ou época que tenham amado a Deus, mesmo sem terem acesso à plenitude do evangelho. Erguemos a voz com gratidão pela abnegação e coragem delas. Nós as consideramos irmãos e irmãs, filhos do nosso Pai Celestial. (…) [Ele] ouve as orações dos humildes e sinceros de toda nação, língua e povo. Concede luz aos que O buscam e honram e se dispõem a guardar Seus mandamentos” (Abril de 2008 Discurso da Conferência Geral).
O falecido Krister Stendahl, Bispo Luterano emérito de Estocolmo e professor emérito em estudos religiosos na Harvard Divinity School, estabeleceu três regras para o entendimento religioso: (1) Quando quiser entender outra religião, faça perguntas aos membros daquela religião, e não aos inimigos dela; (2) não compare seu melhor com o pior deles; e (3) permita-se sentir uma “inveja sagrada” ao encontrar elementos em outras religiões para imitar. Esses princípios promovem relacionamentos entre as religiões os quais edificam a confiança e lançam a base para esforços caritativos.
As necessidades espirituais e físicas do mundo requerem boa vontade e cooperação entre as diferentes religiões. Cada uma delas faz valorosas contribuições para sua grande comunidade de fiéis. Nas palavras de um antigo apóstolo da Igreja, Orson F. Whitney, “Deus está usando mais de um povo para a realização de sua obra grande e maravilhosa. Os santos dos últimos dias não podem fazer tudo. É um trabalho muito amplo, muito árduo, para um só povo”. Por isso, os membros da Igreja não veem os fiéis de outras religiões como adversários ou competidores, mas como parceiros nas muitas causas beneficentes do mundo. Por exemplo, recentemente a Igreja uniu forças com a Organização Católica El Minuto de Dios para distribuir roupas às vítimas de inundações e deslizamentos de terra na Colômbia em janeiro de 2011. Além disso, a Igreja trabalhou com a Islamic Relief EUA [Entidade de Ajuda Humanitária] para fornecer alimentos e suprimentos médicos para os que sofreram com o terremoto no Haiti em janeiro de 2010.
É importante ressaltar que a cooperação inter-religiosa não exige o comprometimento doutrinário. Apesar de a Igreja assegurar sua independência eclesiástica e reconhecer as diferenças doutrinárias, isso não a impede de fazer parceria com outras religiões em projetos caritativos. Esses esforços têm como base valores universais. A interpretação diferente da Expiação de Cristo, por exemplo, não minimiza o mandamento de Cristo de “amar a teu próximo como a ti mesmo”. Portanto, é necessário manter a separação entre os esforços caritativos e os princípios doutrinários, e ao mesmo tempo compartilhar a preocupação mútua com os necessitados. Pessoas de boa-fé não precisam ter as mesmas crenças para realizar grandes coisas a serviço de seus semelhantes.
Os exemplos e as histórias a seguir mostram um pouco da cooperação entre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e outras religiões:
Eventos em que foi Anfitriã
O Bispo Wester Enaltece a Visita à Utah do Cardeal George (26/2/2010)
O Cardeal George Aborda a Liberdade Religiosa em Discurso na BYU (23/2/2010)
Concerto Musical Inter-religioso Anual Realizado no Histórico Tabernáculo de Salt Lake (22/2/2010)
Religiões Unem-se para Concerto Musical no Tabernáculo de Salt Lake (9/2/2010)
Mesa-Redonda Inter-religiosa de Salt Lake Realiza Concerto na Praça do Templo (13/2/2007)
Arcebispo Alex J. Brunett Recebe Prêmio Valores da Família (30/11/2010)
Eventos em que Participou
Catedral Celebras 100º Aniversário; o Presidente Monson Discursa em Celebração Que Uniu as Duas Religiões (10/8/2009)
Apóstolos Viajam pelo Mundo Devido ao Crescimento do Número de Membros da Igreja (27/9/2010)
O Parlamento de Religiões Mundiais Se Reúne em Melbourne em 2009 (14/12/2009)
Igreja Representada na Conferência Mundial de Religiões no Cazaquistão (22/7/2009)
Passeio em Edifícios Religiosos Estimula o Entendimento (31/7/2008)
Ensinamentos da Igreja
Apóstolo Discursa sobre Liberdade Religiosa para os Jovens de Boston (17/7/2010)
Os Que Creem em Deus Precisam Trabalhar Juntos, Apóstolo Diz (28/5/2008)
Respeito pela Diversidade de Religiões (18/4/2008)
O Evangelho – A Religião Global (11/1991)
O Amor de Deus por Toda Humanidade (15/2/1978)
Ajuda Humanitária e Outros Serviços
A Igreja Responde a Inundações e Deslizamento de Terra na Colômbia (6/1/2011)
Embaixador do Paquistão Agradece aos Líderes da Igreja Mórmon pela Ajuda Humanitária (14/9/2010)
Vizinhos Ajudam Vizinhos (8/7/2010)
A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias Junta-se à Islamic Relief EUA [Entidade de Ajuda Humanitária] para Enviar Alimentos e Suprimentos Médicos ao Haiti(22/1/2010)
De Salt Lake para Samoa, a Igreja Oferece Ajuda Humanitária (6/10/2009)
Mórmons e Líderes Islâmicos Compartilham Esforço Humanitário (29/7/2009)
Os Mórmons Ajudam Vítimas de Enchente em Indiana, Iowa e Wisconsin (17/6/2008)
Membros Fazem Acolchoados para Ajudar Famílias Desabrigadas (21/3/2007)
A Juventude Mórmon em Houston Ajuda Seus Vizinhos a Prepararem-se para Emergências (25/10/2006)
Os Santos dos Últimos Dias Enviam Ajuda ao Oriente Médio (27/7/2006)
Muçulmanos e Mórmons Trabalham Juntos para Enviar Ajuda às Vítimas do Terremoto na Indonésia (30/5/2006)

Lideres da igreja de JESUS CRISTO dos santos dos últimos dias participam de um fórum religioso.

Na tarde de 31 de janeiro, o Presidente Ricardo Cerqueira Leite, da Estaca São Paulo Ferreira, líder eclesiástico de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias participou do do quadro Fórum Religioso - Programa Mulheres – da TV Gazeta – Essa é a terceira vez que a Igreja de Jesus Cristo tem um representante nesse bloco. O fórum tem como objetivo ajudar os telespectadores – a conhecerem mais sobre cada religião. A apresentadora Cátia Fonseca comentou: “Mesmo aqui, em nossa reunião de pauta, percebemos que as religiões em sua maioria são pouco conhecidas. Por isso esse quadro tem como objetivo esclarecer”.

A produtora Priscila Sodré, comentou que toda a última quinta-feira de cada mês o quadro terá umnovo formato: “Semanalmente recebemos os líderes aqui. Agora, na última quinta de cada mês, um líder, de alguma religião, será sabatinado. Ele terá a oportunidade de responder perguntas de representantes de outras religiões. A intenção é dar a oportunidade de esclarecer e buscar entendimento”.

Essa foi a primeira vez que o  Fórum Religioso foi esse formato. O Padre Juarez, da Igreja Católica, respondeu a várias perguntas de um Pastor Evangélico, do Presidente Leite e de outros participantes. Foram mais de 1 hora e 20 minutos de conversa e interação, perguntas e respostas. Ao final, mostrou-se a cordialidade e respeito, embora haja entendimento, crenças e dogmas diferentes. No entanto, o que observa-se é que em debates ou fóruns desse nível, a liberdade religiosa é que ganha.

Foram discutidos assuntos como: a visão do catolicismo sobre o aborto, homossexualismo, jovens, obra missionária etc. Padre Juarez é um comunicador nato. Com habilidade e simpatia respondeu cada pergunta. No final, o Presidente Ricardo Leite, o presentou com um CD do Coro do Tabernáculo, que o deixou bem emocionado. Em uma das respostas o Padre enfatizou: “Admiro o trabalho dos jovensmissionários da Igreja. Eles servem com tanta fé. Precisamos aprender com vocês”. Ele também comentou da visita que fez ao Templo de São Paulo. “Que lugar lindo. Um ambiente inesquecível”.
Assista ao trecho do Forum Religioso do programa Mulheres:



Jovens SUD Ganham Prêmio de Matemática e Conhecem Lula e Dilma


ALA VISTA ALEGRE LDS

Uma educação de qualidade é muitas vezes sinônimo de oportunidades de melhor emprego  - um bilhete dourado para a mobilidade social ascendente e, talvez, um trabalho high-paying.
Mas o irmão David L. Beck, presidente da organização dos rapazes geral, gostaria de acrescentar que é um elemento essencial para a eterna busca ao longo da vida da educação. Ser bem-educado nas disciplinas acadêmicas do mundo, ele ensina, é parte da doutrina do evangelho. A educação é um princípio divino. A seção 130 de Doutrina e Convênios ensina: "Qualquer princípio de inteligência que alcançarmos nesta vida, surgirá conosco na ressurreição".
Jovem SUD campeão de matemática Pedro Barbosa, à direita, com o ex-presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula. A argúcia acadêmica de Pedro e sua irmã mais nova, Natália, ganharam renome nacional os irmãos. O irmão e a irmã servem em sua ala e desfrutam de uma vida equilibrada.



Apesar de valer a pena, estudos revelam que a educação é cada vez mais desvalorizada pelos jovens - e por jovens em particular. Uma série recente de Notícias Deseret focando assim chamada sociedade da "guerra contra os meninos" ofereceu indicadores preocupantes que os meninos nos Estados Unidos estão ficando para trás das meninas em áreas de desenvolvimento acadêmico e objetivos. Eles estão saindo do ensino médio em taxas alarmantes e não mantendo o ritmo com os seus homólogos do sexo feminino em matrículas em faculdades.
Líder dos Jovens, como o irmão Beck diz que o evangelho e educação devem funcionar divinamente em harmonia. De destaque na revista "Para o Vigor da Juventude" booklet são estas palavras em matéria de educação: "A educação é uma parte importante do plano do Pai Celestial para ajudá-lo a tornar-se mais semelhante a Ele. Ele quer que você eduque sua mente e desenvolva habilidades e talentos. seu poder de agir bem em suas responsabilidades, e sua capacidade de apreciar a vida. A educação que você ganha será valiosa para você durante a mortalidade e na vida futura. "
Foto cedida Fernanco Assis
Irmãos SUD Natalia e Pedro Barbosa juntos com a presidente brasileira, Dilma Rousseff. Os dois se destacaram em matemática através de trabalho duro.
O folheto diz ainda que a educação prepara um jovem ou uma jovem mulher para um serviço maior do mundo e da Igreja - um investimento que rende grandes recompensas e abre as portas para oportunidades.
Muitos jovens na Igreja talvez se preocupe que eles não têm os meios financeiros para prosseguir com uma educação de qualidade. Um par de irmãos SUD da cidade costeira brasileira de Recife pode oferecer-lhes uma medida de esperança. Dezesseis anos de idade, Pedro Barbosa e sua irmã de 14 anos, Natalia, venho de uma família modesta. O dinheiro é apertado da família Barbosa. Mas eles são jovens abençoados. Seus pais, Claudio e Carla Barbosa, são os dois missionários retornados que trabalharam diligentemente para manter Pedro, Natalia e a filha caçula Sophia, de 10 anos, em uma casa centralizada no evangelho. A educação é uma prioridade da família e tanto Pedro e Natalia estão aproveitando ao máximo suas oportunidades de sala de aula.
Nos últimos quatro anos em uma fileira, Pedro ganhou a concorrida competição nacional de matemática no Brasil. Natalia assumiu o prêmio máximo em sua categoria de idade ao longo dos últimos dois anos. Sua perspicácia matemática ganhou para os irmãos raras oportunidades para conhecer presidentes do Brasil e, por Pedro, um lugar na equipe internacional de matemática de seu país.
O bispo Barbosa, disse que os irmãos são o resultado de empenho e muito estudo e bençãos de Deus para o sucesso educativo.
"A família não tem os meios para proporcionar aos filhos uma educação privada, mas Pedro e Natalia têm sido capazes de qualificar-se para bolsas de estudo para escolas particulares", disse o bispo Jones da Piedade Jardim Ward, Boa Viagem Stake Brasil. Pedro e Natalia participam de uma prestigiada escola militar depois de ser premiado duas vezes das 20 bolsas de estudo na escola. Mais de 4.000 estudantes se inscreveram para as bolsas.
"Ambos tiveram a ganhar o seu caminho", disse o bispo Jones.
Pedro foi recentemente ordenado sacerdote e é conhecido por sua diligência em suas funções do Sacerdócio Aarônico. Natália serve na presidência das meninas moças. Os irmãos queridos por todos e de falam pouco sobre as suas realizações nacionais.
"Eles tomam o seu reconhecimento no tranco", observou o bispo. "Eles são crianças grandes a partir de uma grande família. Temos sorte de tê-los aqui em nossa ala. Eles abençoam a vida dos jovens de nossa ala."
Apesar de seu sucesso notável na sala de aula, os Barbosas são jovens com uma grande variedade de interesses e objetivos. Pedro, por exemplo, é apaixonado por futebol. Ele falou de seu desejo de servir uma missão de tempo integral mesmo que ele sabe que é possível que o seu tempo longe da escola militar poderia comprometer uma carreira promissora.
Não importa. Pedro e sua irmã acreditam que o Senhor vai abençoá-los como eles servem, desfrutar de suas atividades mútuas e, sim, estudo.
"Eles são exemplo para as crianças em todo o mundo", disse o bispo Jones.
Colaboração: Fábio Nascimento

O ex presidente Lula tira uma foto com os missionários de a igreja de JESUS CRISTO dos santos dos últimos dias